Suporte Assessoria Empresarial
FIAT
Chrysler
FIAT
Ford
GM
Honda
IVECO
Mercedes
Mitsubishi
PSA
Renault Nissan
Scania
Toyota
Volvo
VW

Exigência para ISO/TS 16949:

Certificação

Documentos:

Edição atual

Acesso

Carta De Requisitos Específicos Referentes à ISO/TS 16949 Aplicáveis Aos Fornecedores Fiasa/Powertrain

27/07/2012

link (acesso à carta e aos anexos)

FIAT S.p.A. Customer-Specifics for use with ISO/TS 16949:2009

rev.3, 29/06/2012

link

FIAT Powertrain / FPT Industrial Technologies Customer-Specifics for use with ISO/TS 16949:2009

rev.1, 29/06/2012

link

Comentários:

  • Carta brasileira de de Julho/2012 -> principais alterações:

    Introdução 

    - Site para acessar as normas (Orange) agora tem link via FGPS

    1) Procedimentos adicionais à ISO TS 16949

    - Inclusão como normas aplicáveis:

    •  Capitolato FIAT 07171 (Ferramentas de contenção agressiva)
    •  Norma FIAT 07471 (Vínculos de Qualificação)

    - Alguns anexos foram renomeados e tiveram algumas pequenas alterações (1DP, PCPA Report, etc)
    - Checklist de “Quality System” (antigo anexo 23) foi eliminado
    - Inclusão de Checklist para Shut Down – Start up (Paradas de Linha)
    - Inclusão de Manual de Embalagem Exportação FIASA
    - Inclusão de Procedimento de Solicitação de Desvio – Anexo 17 (específico Powertrain)

    3) Processo de aprovação de produtos

    Aplicar o Check List Shut Down / Start up (paradas de linha) – anexo 23, nos casos de parada de linhas prolongadas, retorno de Férias Coletivas

    5) Notificações Especiais ao Organismo Certificador para Problemas de Qualidade
    5.1) Modificações em Processos e Produtos Aprovados Previamente pela FIASA/Powertrain

    As comunicações referentes aos itens acima, devem ser enviadas com cópia para o respectivo Analista EQF FIASA/Powertrain.

    6) Características Report

    Acrescentada realização uma auditoria nos processos produtivos de produtos com característica Report na corrida piloto (Qualificação do Produto), além das já requeridas semestrais, mudança significativa de processo e após reclamação de clientes.

    7) Processos Especiais (ITEM NOVO)

    - Realização auditorias de processo com frequência mínima semestral em todos os processos especiais (mínimo:tratamento térmico, tratamento superficial, pintura, soldagem metalúrgica e soldagem elétrica/eletrônica).

    •  Também após qualquer reclamação de cliente ligada a processos especiais com enfoque nos itens e processos relacionados com a reclamação.
    • O Master Dot com os resultados das auditorias devem ser submetidos por e-mail ao respectivo analista FIASA/Powertrain a cada atualização.

    - Incluir nas auditorias:

    • Funcionário com conhecimento específico no processo;
    • Procedimentos definindo o que pode/não pode ser retrabalhado, quando e como o material foi retrabalhado;
    • Planos de contingência para falhas em equipamentos, inclusive falta de energia, e treinamento dos operadores nos planos;
    • Treinamento dos envolvidos nos princípios básicos dos processos, incluindo consequências de falhas e importância dos controles de processo;
    • Ordem e limpeza, segurança, cuidados com o meio ambiente, limpeza de recipientes, segregação restrita de itens não-conformes, identificação da fase na qual o produto se encontra e cuidados especiais com produtos restantes em equipamentos e processos;
    • Análise periódica dos dados de processo e produto para a prevenção de falhas.

    - Estender a auditoria aos sub-fornecedores (tier 2, 3 etc) com processos especiais, avaliar o atendimento dos requisitos, elaborar e implementar plano de ação.

    -  Recomendado o uso dos manuais do AIAG:

    • CQI 9 = Heat treat system;
    • CQI 11 = Plating system;
    • CQI 12 = Coating system;
    • CQI 15 = Welding system;
    • CQI 17 = Soldering system.

    8) Análise Crítica pela Alta Direção

    Retirada análise dos resultados das Auditorias de Quality System

    9) QSB (Quality System Basics)

    Auditorias oficiais de certificação QSB (2ª. edição) realizadas pelos providers homologados pela FIASA/Powertrain (atualmente Plexus e MAVLIG). A recertificação, para certificações suspensas, deve ser iniciado com auditoria oficial pelo provider.

    13) Human Skill

    Eliminada a auditoria de “Quality System”

  • Requisitos Mundiais FIAT , Powertrain e FPT, todos de Junho/2012

Documentos continuam não trazendo novidades para os fornecedores brasileiros. Os requisitos mundiais são, basicamente, os mesmos requeridos pela FIASA. Apenas algumas veriações e particularidades.


11000000110000001100110010001000110000001100110010001000111111111100110011001100110011001010000010000000110000001100000010001000
InicialRequisitos EspecíficosDownloadsLinks
2008, HST Qualidade Ltda.